Policial
Foto: Polícia Civil

Foram condenados a 21 anos de prisão em primeiro grau na Vara Criminal de Francisco Beltrão os réus Gabriel Eliseu Fioravanço e Luana Eliseu Gois, que eram acusados de cometer latrocínio (roubo seguido de morte), contra o aposentado Augusto Barbosa, ocorrido em Enéas Marques.

O crime:
Augusto Barbosa, estava morando em um sitio na comunidade de Rio Bocó, interior de Enéas Marques e desapareceu no dia 24 de julho de 2017. O corpo foi encontrado dentro de um açude atrás de um galpão onde os acusados moravam. Eles chegaram a prestar depoimento um dia após ser encontrado o corpo, mas foram liberados.

A polícia investigou e após o cruzamento de informações descobriu a participação deles no crime. No dia 21 de agosto eles foram localizados e presos em Curitiba e após serem transferidos para Francisco Beltrão ele aguardava julgamento na Penitenciária Estadual e ela aguardava a decisão judicial na Penitenciária Feminina em Piraquara.

Com a decisão de condenação de 20 anos pelo crime de latrocínio e 01 ano por ocultação de cadáver os dois passam a cumprir a pena em regime fechado.

(Redação com Jornal de Beltrão)