Francisco Beltrão
Foto PP News

Nesta quinta-feira (09), às 09h acontece mais um júri popular na Comarca de Francisco Beltrão, onde deverá sentar no banco dos réus Sivonei Blodof, popular “Alemão”, acusado da morte de Elias Cordeiro, popular “Magrão”.

Segundo os autos do processo judicial, o crime ocorreu no dia 18 de maio de 2020, por volta de 20h50 em uma residência, na Rua Santa Maria Goretti, bairro São Miguel, nas proximidades da Trincheira com a rodovia PR-483, onde Elias Cordeiro, junto com sua companheira Vanusa, teriam ido a casa de Alemão e comprado uma pedra de crack, para consumo, e ao saírem, constataram que a “pedra” era menor do que haviam pagado.

Eles voltaram na casa, iniciaram uma discussão, e Vanusa, teria solicitado a devolução do dinheiro, quando Alemão partiu para cima dela, começou agredi-la e Magrão para defender a companheira, tentou interferir e foi agredido com um pedaço de madeira na cabeça, causando traumatismo craniano sendo a causa de sua morte, conforme laudo de exame de necropsia.

Em depoimento Alemão alegou legítima defesa, porém, seu recurso foi negado pelo Tribunal de Justiça e ele foi denunciado por Homicídio Qualificado e será julgado em Júri Popular.

O réu está preso desde a época do crime, e aguarda no presídio a decisão judicial.

O julgamento está previsto para iniciar as 09h com presidência da Juíza de Direito Drª Janaína Monique Zanellato Albino, no Ministério Público, Promotor de Justiça Willian Rafael Scholz e na defesa o advogado nomeado Gilberto Carlos Richthcik.