Coronel Vivida
Foto Polícia Civil

A Polícia Civil de Coronel Vivida cumpriu na quarta-feira (18), mandado de prisão preventiva contra um homem de 57 anos, acusado de quatro tentativas de feminicídio.

O homem é suspeito de atear fogo na casa de sua ex companheira, quando ela e suas três filhas, todas menores de idade, estavam dormindo no interior da residência.

Os fatos segundo a Polícia Civil ocorreram na madrugada do dia 04 de agosto, no bairro São José Operário, em Coronel Vivida.

Conforme a Polícia, durante as investigações foi apurado que o suspeito ateou fogo na casa por não aceitar a separação e porque a mulher se negava em vender o imóvel em que moravam antes da dissolução da união estável.

As vítimas somente não morreram porque vizinhos arrombaram a porta da residência e salvaram a mulher e as crianças do fogo que consumiu todo o imóvel.

O suspeito irá responder pelas quatro tentativas de homicídio qualificado e aguardará preso a decisão da Justiça.