Real Móveis

Em sua segunda participação na Liga Nacional de Futsal, o Marreco fez história chegando entre os quatro melhores do Brasil, mas neste domingo (12), em Venâncio Aires (RS), acabou derrotado por 5 a 2 pela Assoeva e se despediu da competição.

A torcida gaúcha fez uma bonita festa na Arena Esportiva do Parque do Chimarrão, inclusive, retribuindo as boas vindas à torcida beltronense que também estava presente com mais de 100 torcedores. Como era de se esperar, depois do empate e a retranca no primeiro jogo em Francisco Beltrão, que terminou 2 a 2, a Assoeva foi pra cima no embalo de sua torcida e criou as chances mais perigosas no início da partida.

Quando o jogo parecia estar mais equilibrado, uma cena forte comoveu os torcedores. Aos 12 minutos Kauê chegou dividindo com Rezala que caiu em cima do braço esquerdo. O jogo ficou paralisado durante alguns minutos enquanto a equipe de enfermeiros socorria o atleta da Assoeva que foi encaminhado ao hospital enquanto a partida foi retomada. Com 15 minutos jogados, a Assoeva teve escanteio pelo lado direito, e após falha na marcação, Ygor Motta ficou livre para finalizar no alto e abrir o placar para os gaúchos. Apenas dois minutos depois, Ygor marcou novamente ampliando para 2 a 0, e faltando apenas 18 segundos para o fim do primeiro tempo, Daniel aproveitou contra ataque e fez Assoeva 3 a 0.

Na saída para o intervalo o técnico Baiano do Marreco falou que a equipe voltaria mais ofensiva e caso o gol não saísse até os dez minutos, jogaria com goleiro linha. E foi justamente o que aconteceu, o Marreco pressionou, a Assoeva recuou, mas o gol não saía de jeito nenhum. Logo na primeira tentativa com o goleiro linha, Daniel roubou a bola e chutou de longe para o gol vazio, ampliando para 4 a 0. Somente aos 16 minutos, Sinoê conseguiu descontar para o Marreco, que no minuto seguinte marcou novamente com Sinoê, descontando para 4 a 2. Parecia que o jogo iria pegar fogo com o Marreco atacando e seguindo em busca do empate para levar o jogo à prorrogação, mas na tentativa de atacar a equipe beltronense perdeu a bola e Ygor Motta marcou o terceiro dele na partida e fechou o placar – Assoeva 5x2 Marreco.

A equipe gaúcha agora enfrenta o Joinville na decisão da Liga, que terá um campeão inédito após os dois jogos, sendo o primeiro em Venâncio Aires na segunda-feira (27), e o segundo em Santa Catarina no dia 1/12.

 

Marreco agora arrisca tudo no Paranaense

Brilhante e marcante, a temporada do Marreco ainda pode terminar com a equipe levantando o caneco da Série Ouro do Paranaense pela 1ª vez. No próximo sábado (18) o Marreco joga em Cascavel no Ginásio da Neva, com a expectativa de confirmar a vaga na final e assim decidir o título com seu maior rival, o Pato Branco que eliminou a Copagril de Marechal C. Rondon. Após vencer o Cascavel por 5 a 1 no primeiro jogo, o Marreco joga pela vantagem do empate para ficar com a vaga, mas mesmo que perca no tempo normal, já está garantido nos pênaltis.

Nada além de parabenizar é o que o verdadeiro torcedor fez nas redes sociais logo após a eliminação, reconhecendo o feito histórico, mas também a superioridade e méritos do adversário, que superou as adversidades e fez melhor campanha na primeira fase, levando o jogo de volta para seus mandos, além de ter garantido o empate no primeiro jogo em Francisco Beltrão. Apesar de os jogadores reconhecerem o fato de que tinham potencial para ir até a final, não devem sentir-se decepcionados e muito pelo contrário, uma região inteira de torcedores agradece pelos serviços prestados até aqui, e orgulhosos apoiam a equipe rumo ao título do estadual.  

 

 



Lucas Maciel
13/11/2017



Foto: Divulgação/ Assessoria Assoeva