Real Móveis

O julgamento realizado no Tribunal do Júri da Comarca de Francisco Beltrão, nesta quinta-feira (09), o réu Giovani Camargo Dias, 33 anos foi condenado por homicídio e lesões corporais a 14 anos e 11 meses de reclusão em regime inicialmente fechado, mas lhe foi concedido o direito de recorrer em liberdade.

O crime:

Segundo a denúncia do Ministério Público em data de 06 de setembro de 2009, por volta de 01h30 na comunidade de KM-20 após uma discussão dentro do salão, os envolvidos saíram para fora quando Giovani acertou dois golpes de faca em Cledir Ferraz que morreu no local, devido à gravidade dos ferimentos.

O julgamento desta quinta-feira iniciou às 09h e terminou às 18h05. Os jurados acataram a tese da Promotoria Pública e condenaram o réu, porém lhe foi concedido o direito de recorrer da sentença em liberdade.

O julgamento foi presidido pelo Juiz de Direito Dr. Paulo Roberto Gonçalves de Camargo Filho, tendo na promotoria Drª Silvia Skaetta Nunes e na defesa o advogado Sergio Bond Reis.

 

 



Luiz Carlos Maciel
09/11/2017



Imagem ilustrativa