Real Móveis

Após um ano e meio vestindo a camisa do Marreco Futsal, o goleiro Paulo Vitor viaja neste domingo (22), ao Estados Unidos para atuar na Major Arena Soccer League, pelo Ambush de St. Louis, no Missouri. Lá o esporte é um pouco diferente, com regras distintas, trata-se de uma mistura de Showbol com Futsal. A proposta irrecusável contém um plano de carreira, que soma o fato de atuar pelo clube, trabalhar com aulas e clínica de futebol e morar próximo a uma das grandes cidades americanas que é Chicago.

"Sempre tive vontade de morar e trabalhar nos Estados Unidos, então por isso não posso dizer que estou totalmente triste, mas amo o Marreco, amo Beltrão, amo a Fúria", declarou.

O goleiro chegou a Francisco Beltrão na metade da temporada passada durante uma reformulação no elenco. Natural de Natal (RN), Paulo Vitor de 32 anos teve passagens por Garça (SP), São Paulo (SP), Xaxiense (SC), Bauru (SP), São José (SP), Santos (SP) Locomotiv (Ucrânia) e Pompeia (SP).  No Marreco ele valorizou muito o aprendizado com o preparador de goleiros Barbosa, e o convívio com os demais companheiros de equipe. Sua estreia no Ginásio Arrudão aconteceu somente neste ano após a lesão do titular Quinzinho, quando Paulo Vitor assumiu o gol e foi muito bem na condição de titular.

Em 2011 Paulo Vitor viveu um dos melhores momentos de sua carreira quando defendia o Santos de Falcão e na final da Liga Nacional contra o Carlos Barbosa, ao defender duas penalidades virou herói da conquista inédita pelo seu clube do coração.

A ligação com Francisco Beltrão foi tão intensa, que sua família (filho e esposa) continua morando na cidade, onde Paulo fez amigos fora do esporte. "Foi uma decisão difícil, a diretoria entendeu o meu lado e por isso eu agradeço a todos, os amigos que fiz, e quem sabe um até logo – até porque minha família fica em Beltrão", comentou. 



Lucas Maciel
27/10/2017



Foto: Assessoria