Real Móveis

O Marreco Futsal fez história no último sábado (7) ao vencer o Jaraguá por 4 a 2, o que garantiu a vaga nas quartas de final da Liga Nacional pela primeira vez. Na próxima quinta-feira (12) no ginásio Arrudão já acontece o jogo de ida contra o Corinthians, o início da briga por uma vaga entre os quatro melhores do país.

No pano de fundo da segunda partida contra o Jaraguá, depois da vitória em casa por 3 a 1, havia muito mais do que umas simples classificação. Desde que estreou na Liga no ano passado, o Marreco cativou torcedores de toda a região sudoeste do Paraná e Oeste de Santa Catarina. Pelo amor da cidade com o time, pela ambição de chegar ao topo e pelo carisma natural que já conquistou admiradores e seguidores de todo o país. Neste ano viu seu rival surgir na Liga e ter melhor desempenho na primeira fase e também nos clássicos, mas ser eliminado nas oitavas. Depois cair em Erechim no ano passado de forma traumática, desta vez a classificação foi contundente, com duas vitórias nos dois jogos contra um dos maiores campeões do futsal brasileiro.

A Arena Jaraguá não esteve lotada, mas pelo menos 3 mil torcedores deram um verdadeiro exemplo de como torcer com educação, e fizeram um belo espetáculo para incentivar uma equipe esforçada, mas limitada. Reconhecer que o Jaraguá não é mais o mesmo da era dourada e mesmo assim agir com respeito após a eliminação, foi um ato de dignidade da grandeza do Jaraguá.  

A melhor maneira de não cair diante da pressão dos catarinenses era jogar de igual pra igual, e foi isso que Baiano fez, armou sua equipe com inteligência e taticamente foi perfeito. Com total controle sobre o virtuoso elenco, Baiano tirou o melhor de cada um e mostrou porque carrega em seu currículo seis títulos paranaenses. Aos nove minutos do primeiro tempo, coube ao craque do time Sinoê girar dentro da área e abrir o placar. O gol assustou o Jaraguá que passou a errar passes e evidenciou o nervosismo. O Marreco manteve a frieza e administrou a vantagem (que poderia ter sido maior) até o intervalo, e Baiano reclamou das chances perdidas, certamente prevendo a pressão que viria no início da segunda etapa.  

Logo aos dois minutos e meio, depois de muita insistência, Keko empatou o jogo e a Arena Jaraguá virou um verdadeiro caldeirão. O Marreco soube suportar a pressão, contando com certa dose de sorte, e aí apareceu novamente o dedo do treinador para injetar sangue novo no jogo. Canhoto, prata da casa, mas que oscilou muito durante a temporada, foi simplesmente deixado de lado até os nove minutos da segunda etapa – e quando entrou, em meio à pressão do Jaraguá, estava com sangue nos olhos. O camisa 29 praticamente não errou passes, desarmou, e aos dez minutos tocou na saída de Hulk para fazer 2 a 1 quando sua equipe mais precisava. Metade do gol deve ser creditado a Barbosinha que interceptou a jogada do Jaraguá, puxou contra ataque e deixou na medida para Canhoto finalizar.

O Jaraguá não tinha alternativa a não ser partir pra cima, e aos 16 minutos, Márcio simulou um toque dentro da área, e a arbitragem equivocadamente marcou pênalti. Oito Meia bateu bem e empatou novamente – 2 a 2. Parecia que a pressão voltaria, mas apenas dois minutos depois, o Jaraguá atacava com goleiro linha até Suélton fazer o desarme e no momento em que finalizaria para o gol vazio, Oito Meia fez falta e foi expulso. Era a sexta falta dos catarinenses, e por isso foi marcado tiro livre direto - Emerson, especialista na jogada não desperdiçou e fez Marreco 3 a 2. A classificação já era comemorada quando o Jaraguá seguiu atacando com goleiro linha, mais por obrigação do que na crença de reverter a situação, e Richard conseguiu marcar o quarto gol para selar a classificação.

O Marreco atingiu no sábado seu momento mais importante nesses dez anos de atividade, e por mais que fique a sensação de ter cumprido a missão, enfrentar o Corinthians nas quartas de final virou uma motivação extra para surpreender os atuais campeões e melhorar a campanha histórica. Na primeira fase o Marreco só não venceu o Corinthians no Arrudão por detalhes, e por isso não é impossível acreditar em uma vitória na próxima quinta-feira, feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida. O jogo acontece as 18h30 e os ingressos já estão sendo vendidos a R$ 30,00 antecipadamente.

Veja como ficaram as quartas de final da Liga

Marreco x Corinthians

Assoeva x Magnus

Carlos Barbosa x Foz Cataratas

Atlântico x Concórdia

 



Lucas Maciel
09/10/2017



Foto: Adolfo Pegoraro