Um homem, de 28 anos, foi preso em flagrante, nesta sexta-feira (11), em posse de aproximadamente mil munições de diversos calibres, além de um fuzil 7.62, em uma propriedade rural, no município de Pato Branco. A ação conjunta foi realizada pela 5ª Subdivisão de Pato Branco e da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). 

A polícia chegou até o local após uma denúncia anônima falando que na região havia muitos barulhos de tiros. Durante as diligências na residência, a equipe encontrou o fuzil guardado no porão do imóvel e as munições num galinheiro entre meio às galinhas. Toda a apreensão foi avaliada em R$ 70 mil. 

De acordo com a Polícia Civil a arma apreendida (de fabricação Argentina) pode perfurar um carro blindado. Além de ser de uso restrito, ela é utilizada por atiradores de elite (sniper) na prática de tiro de precisão. 

Na delegacia, o homem preferiu permanecer calado, alegando que estava guardando tanto o fuzil quanto a grande quantidade de munição, também de fabricação Argentina para outra pessoa.

As investigações seguem a fim de localizar o proprietário da arma e das munições. O homem foi autuado pelo crime de posse de arma de fogo de uso restrito. Ele não possui passagem policial. Se condenado, poderá pegar de dois a quatro anos de prisão.



Solange Maciel Assessoria
11/08/2017