Após uma curta trégua, o Sul do Brasil volta a ter chuva forte neste domingo (04). O sistema de alta pressão que inibiu a formação de nuvens de chuva neste sábado (03) sobre a Região desloca-se para alto-mar. Além disso, a atuação de um cavado em superfície associado a um sistema de baixa pressão centrado no norte do Paraguai deve ajudar a formar áreas de instabilidade no oeste da Região Sul, que serão reforçadas ainda pelo escoamento de ar quente e úmido da região amazônica, conhecido como Jatos de Baixos Níveis.

Entre as regiões oeste e sudoeste paranaense pancadas de chuva e raios ocorrem já pela manhã. Ao longo do dia as áreas de instabilidade se deslocam sobre as demais regiões do Estado, com risco de temporais. Destaque também para o acumulado de chuva previsto para o Estado nos próximos dias.

Na noite de domingo, com a passagem de uma frente fria pelo oceano, as instabilidades ficarão organizadas sobre o Sul do país, e aumenta ainda mais o risco de tempo severo. A segunda-feira (05) já amanhece com temporais em grande parte do Paraná, em especial no norte e oeste do estado.  Chove desde cedo também no norte de Santa Catarina, ainda com risco de chuva volumosa. Nas outras áreas catarinenses e no norte do Rio Grande do Sul, a nebulosidade persiste ao longo dia, mas a chuva diminui.

Na terça-feira (06) a chuva fica concentrada no norte e leste do Paraná. Tempo firme no Rio Grande do Sul com a atuação de uma massa de ar frio e seco, que deve manter a temperatura baixa no estado. Na quarta-feira (07) as instabilidades enfraquecem sobre o Sul do país, mas já na quinta-feira (08) há expectativa de retorno dos temporais por conta de um sistema de baixa pressão que se formará sobre a região e dará origem a uma nova frente fria.

(Fonte: Climatempo e Simepar)



Solange Maciel
03/06/2017



Foto: Climatempo