A Prefeitura de Marmeleiro inovou mais uma vez. Começou este ano a transmitir todas as licitações ao vivo pela página oficial do Município no Facebook.

Por dia são realizadas, em média, duas licitações. No início do ano a necessidade é sempre maior para atender as demandas solicitadas pelos Departamentos como:  compra de material,  de serviços, veículos, máquinas e equipamentos.  Até o mês de julho o número de licitações diminui um pouco porque as necessidades já foram atendidas no início do ano. Há uma previsão de que ao logo deste ano, sejam feitas cerca de 600 licitações. 

De acordo com o Diretor de Administração e Planejamento, Andrei Acco,“a iniciativa da transmissão ao vivo é mais uma ação transparente da atual gestão do prefeito Jaimir Gomes (PHS), para que a população possa acompanhar de perto o trabalho da administração municipal”.

Para que ocorra uma licitação, primeiro os departamento fazem uma demanda ao setor, dos serviços ou materiais que necessitam. Posteriormente, o Departamento de Licitações faz uma cotação de preços em no mínimo três empresas. Depois, elabora um edital onde vai constar todas as regras do processo licitatório. Este edital é divulgado na página oficial da Prefeitura de Marmeleiro. O Diretor Andrei explica que “o edital é o que vai nortear  a licitação. Nele vai constar  o tipo de mercadoria, de serviço, os valores máximos a serem analisados ou praticados  pelas empresas  ou pelas prestadoras de serviços, o prazo de entrega, enfim, tudo o que se refere ao processo de compra pela Prefeitura seja com serviços, veículos, máquinas ou equipamentos”.

Existem seis modalidades de licitações: a Tomada de Preços, Convite, Concorrência Pública, Concurso, Leilão e o Pregão (Presencial e Eletrônico). Andrei  Acco esclarece que o Município não tem nenhuma obrigação de avisar as empresas ou prestadores de serviço  para participarem das licitações. E sim cabe a empresa verificar nos editais publicados pelo Município as datas das licitações e se adequar conforme o edital. “Temos de deixar bem claro que só participa das licitações quem possuir todos os documentos  em dia. Se chegar na hora da licitação e a equipe técnica verificar que está faltando documentação ou detalhes   que não estão de acordo com o edital, a empresa será desclassificada. Claro que existem  prazos de recursos mas, tudo respondendo a lei de licitações.”, finaliza Acco. 

 



Assessoria
16/05/2017



Foto: Divulgação/Assessoria