Publicado em 16/02/2017 – Solange Maciel

Um homem foi preso acusado de manter a companheira e uma criança de apenas sete meses em cárcere privado. A prisão foi realizada pela Polícia Militar nesta quarta-feira (15) em uma casa na Rua Boaventura Faust, Bairro São Miguel em Francisco Beltrão.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe da Rotam realizava abordagem as margens da PR-483, Bairro Marrecas, quando um casal de nacionalidade paraguaia procurou os policiais informando que a filha havia pedido socorro por telefone dizendo que estava sendo mantida em cárcere privado pelo companheiro dentro da residência e havia sido jurada de morte.

No local, a mulher estava trancada dentro da residência com uma corrente na porta. Ao perceber a presença da polícia, o acusado correu para os fundos e arremessou um objeto pela janela.

O homem foi abordado e identificado como Dionisio Alexandre Da Silva Aliciewica popular “Báia”, já conhecido das equipes policiais.

Ao realizar buscas nos fundos da casa foi encontrado um radio de transmissão na frequência da Polícia Militar, e ainda um frasco contendo cento e treze pedras crack fracionadas para venda pesando 43.2 gramas e uma pedra maior pesando 9,2 gramas.

A vítima relatou que por diversas vezes, ela e a filha foram agredidas inclusive apresentando hematomas pelo corpo. Ela disse ainda que nesta semana tinha jogado uma arma do acusado dentro do rio e o televisor que estava na casa possivelmente era furtado, pois havia sido trocado por pedras de crack.

O preso juntamente com a droga e os objetos foram encaminhados a 19ª SDP.

 

 



16/02/2017