Publicado em 05/01/2017 – Solange Maciel | Assessoria

A Polícia Civil de Francisco Beltrão divulgou nesta quinta-feira (05), o balanço das atividades desenvolvidas no decorrer do ano de 2016.

Em Francisco Beltrão, somando-se os procedimentos formalizados na 19ª SDP e na Delegacia da Mulher, foram instaurados 2.688 procedimentos investigatórios, sendo, 1.605 Inquéritos Policiais, 546 Termos Circunstanciados de Infração Penal, 135 procedimentos contra menores, 402 medidas protetivas. Deste total, a Polícia Civil concluiu 2.423 procedimentos ao Poder Judiciário, ou seja, 90,1% dos casos foram encaminhados para análise da Justiça.

Em relação aos homicídios, principal índice verificador da incidência criminal, em 2016 ocorreram 12 em Francisco Beltrão, diminuição de 30% em relação a 2015, quando ocorreram 17. Para cada grupo de 100.000 habitantes, considerando a população beltronense, a média ficou em 14 mortes, praticamente metade da brasileira.

Por sua vez, os policiais Civis da 19ª SDP continuam a ostentar índice invejável na resolução dos casos de homicídios, dos 12 ocorridos no ano passado, somente um ainda encontra-se em investigação, a maioria dos suspeitos estão presos, e os demais indiciados em Inquérito Policial já encaminhado à Justiça. O índice de resolução superior a 90%, enquanto que a média brasileira é de pouco mais de 10%.

Um dado que chamou a atenção dos policiais foi à quantidade elevada de pessoas conduzidas pelas forças de segurança à 19ª SDP, durante o ano de 2016 foram encaminhadas 997 pessoas à Delegacia para as deliberações dos Delegados de Polícia.

O Delegado Chefe da 19ª SDP Valderes Luiz Scalco comemorou os resultados, “particularmente estou muito satisfeito, essa é a prova que o esforço e a dedicação, a otimização dos recursos materiais e humanos, mas sobretudo o trabalho integrado com as demais instituições e com a própria sociedade, deram resultado muito positivo, aliás essa união de esforços das pessoas de bem, foi determinante para a manutenção da ordem pública, apesar das dificuldades, agravado pelo momento político e econômico, as forças de segurança cumpriram com excelência sua função, não me lembro de tantas pessoas conduzidas à delegacia ao final de um ano. Nossos policiais e as pessoas que auxiliam diuturnamente o trabalho das polícias merecem toda a consideração e respeito, estão de parabéns, muito obrigado a todos".

 



05/01/2017



Foto: Arquivo PPnews