Publicado em 01/11/2016 - Lucas Maciel

Na fase final do planejamento para a temporada de 2017 quando o Marreco Futsal disputa a Liga Nacional pelo segundo ano e a Série Ouro do Campeonato Paranaense, a diretoria da equipe se reuniu nesta semana com Cléber Fontana e Antônio Pedron que assumem a administração municipal no próximo ano, com a intenção manter a parceria com a Prefeitura de Francisco Beltrão.

No encontro o diretor financeiro do Marreco Paulo Benedito apresentou o projeto para o próximo ano, e junto com outros diretores mostraram um relatório com a movimentação financeira e com os resultados de divulgação do município obtidos através das transmissões e da visibilidade durante a disputa da Liga e do Paranaense. Atualmente, a prefeitura auxilia o Marreco com R$ 15.000,00 mensais para incentivar o desenvolvimento das categorias de base, além do transporte utilizado nas viagens, e segundo o prefeito eleito Cléber Fontana a intenção é manter a parceria. “É um projeto que traz alegria aos esportistas do município e nós vimos com bons olhos, dentro dos limites do município vamos auxiliar o Marreco fazendo nossa parte, incentivando o entretenimento e o trabalho social que é feito”, disse.

Com a intenção de fortalecer o trabalho feito nas categorias de base, o Marreco também pretendente montar uma equipe sub-17 para formar atletas de Francisco Beltrão e também da região para que futuramente possam fazer parte do elenco profissional. Hoje a equipe tem dois beltronenses no elenco, os alas Canhoto e Rafinha. Para o presidente do Marreco Ivo Dolinski a conversa deixou os diretores otimistas para a próxima temporada. “Foi um encontro produtivo, ficamos motivados para preparar o time para o próximo ano, já que nossa intenção é montar uma equipe mais forte muito competitiva e sem a prefeitura acho que não conseguimos manter o Marreco”, disse o presidente.

O diretor de futebol Admilson Arendt, o Misso, disse que o projeto do próximo ano é montar uma equipe para conquistar o Campeonato Paranaense de Futsal da Série Ouro e explorar cada vez mais o desenvolvimento da equipe na Liga Nacional. “Foi uma conversa sobre esse projeto, estamos comercializando os patrocínios e queríamos saber do próximo prefeito de que maneira será a participação da prefeitura porque tenho falado que ano que vem é o ano do Marreco trazer o título do estadual para Francisco Beltrão”, afirmou Misso.

Com metade dos patrocinadores da camisa e com contratos fechados para 2017, o objetivo segundo o diretor financeiro Paulo Benedito é iniciar o ano sem dívidas e com possibilidade de investir no elenco. “Começamos este ano com dívida e queremos fazer diferente para o ano que vem, está tudo dentro do controle, mas no próximo ano será completada uma década de Marreco e por isso precisamos começar o ano sem dívidas”, disse Paulo.

Com a primeira folha salarial da temporada de 2017 prevista para o mês de março, a diretoria trabalha com a ideia de R$ 100 mil mensais em patrocínios para investimento no elenco e com custos de logística e demais gastos.  

 

 

 



01/11/2016



Foto: Lucas Maciel