Geral
Foto Divulgação

Um novo desafio, que vem sendo chamado de “quebra-crânios”, está causando preocupação, principalmente, entre profissionais da saúde. Nele, três pessoas ficam lado a lado. Enquanto a do meio (desavisada) salta, os dois das extremidades aplicam uma rasteira, causando sua queda. Diversos vídeos com a nova “brincadeira” estão circulando na web. Um deles foi gravado há pouco mais de uma semana em um colégio de Caracas, na Venezuela, e se tornou viral. Nas imagens, o menino cai e bate violentamente com a cabeça no chão. 

Em outro vídeo chocante, aparentemente gravado no Brasil, a pessoa que é derrubada fica desacordada. Há ainda um terceiro que mostra um adolescente supostamente fraturando o braço quando cai, enquanto alguns de seus colegas riem. 

“Traumas como esses podem levar a uma hemorragia intracraniana, necessitar de cirurgia de emergência, levar ao coma e até mesmo a morte”, alertou a pediatra Lilian Gonçalves Zaboto em suas redes sociais.

“As crianças e adolescentes que entram nessa brincadeira, fazem por ingenuidade, pois a maioria não sabe que os supostos amigos vão derruba-los, os que fazem a brincadeira fazem com a intenção de  rir dos amigos que caem, mas eles não tem noção do perigo que estão colocando o amigo que caiu. Cabe aos pais orientar os filhos para que não participem dessa brincadeira” orienta a médica.

Equipe Agência Contato Comunicação Mariana Durante